1.2.18

i had so much sorrow inside

é como estar louca sem ser
por dentro, coisa morta
por fora, pulsante, agressiva, exacerbada
não é possível falar sobre
pois não há o que dizer
se não entendo, se disfarço, se fujo
se me esquivo, mesmo sem saber

me vejo fraca, pequenina
como se tivesse gastado todas as forças em um batalha contínua
finjo que leio, finjo que assisto, finjo que presto atenção
enquanto em mim, nada gruda, nada fica
tudo parece distante e desagradável

estar só tem sido a escolha mais sábia
enquanto o mundo me incomoda e me fere
enquanto eu revido o tempo todo, sem titubear
nunca antes esse título fez tanto sentido
'não hesite em odiar'

eu queria poder dormir e não sonhar nunca
memória gasta de uma mente que não desapega
qual desses vazios poderia ser maior?
pergunta tola
como se eu tivesse vivido tudo errado

nem cantar eu sei mais
parece que sumiram todas as letras e batidas
a energia
e eu não sei o que é
pior ainda;

não precisa ser nada e mesmo assim pode ser tudo.

0  +:

Postar um comentário