16.3.17

rotina

em 2014:

Olho pra janela, trancada no meu cubículo de concreto, e enxergo o sol. Vejo os raios refletindo nos vidros espelhados dos prédios comerciais, o trânsito na marginal, as pessoas indo para lá e para cá, apressadas, lotando os restaurantes durante a sua uma hora de almoço. Comendo sem vontade, conversando cabisbaixas. Não percebo um sorriso ou um reencontro. Trabalhos que não dignificam.

1  +:

neutron disse...

doído de tão verdadeiro.

Postar um comentário