19.3.13

mar de fel

Era um trauma que ela não conseguia suportar. Uma fratura no crânio, um rompimento na alma ou no universo. A simples sensação a levava ao delírio, ao completo estado de insanidade a que poderia chegar. Um arrepio frio dentro do próprio esqueleto, a memória se repetindo, reaparecendo, rasgando tudo, ensurdecendo. A perda dos sentidos, descontrole emocional e mental. A história do que poderia ter sido, do que foi, do que é. Anytime she goes away tocando tudo e todos, a batida lenta, entrecortante, afundando. Tantos dias se foram e você não voltou.

5  +:

Melina F. disse...

sempre venho aqui e encontro algo que diz sobre o meu momento.

"Tantos dias se foram e você não voltou.Tantos dias se foram e você não voltou."
:~

Camila Faria disse...

Que lindeza esse post, esse blog... E a ilustra da Janaína Cecin, coisa mais fofa do mundo...

:)

Aline Martinez disse...

"a história do que poderia ter sido" dói dói dói

Marcel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcel disse...

Aaaahhh... removi esse também?? Oras...

Postar um comentário