19.3.13

mar de fel

Era um trauma que ela não conseguia suportar. Uma fratura no crânio, um rompimento na alma ou no universo. A simples sensação a levava ao delírio, ao completo estado de insanidade a que poderia chegar. Um arrepio frio dentro do próprio esqueleto, a memória se repetindo, reaparecendo, rasgando tudo, ensurdecendo. A perda dos sentidos, descontrole emocional e mental. A história do que poderia ter sido, do que foi, do que é. Anytime she goes away tocando tudo e todos, a batida lenta, entrecortante, afundando. Tantos dias se foram e você não voltou.

4  +:

Melina F. disse...

sempre venho aqui e encontro algo que diz sobre o meu momento.

"Tantos dias se foram e você não voltou.Tantos dias se foram e você não voltou."
:~

Camila Faria disse...

Que lindeza esse post, esse blog... E a ilustra da Janaína Cecin, coisa mais fofa do mundo...

:)

Aline Martinez disse...

"a história do que poderia ter sido" dói dói dói

Marcel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário