24.11.11

an exception to the rule

Cara, como eu acho lindo o sorriso dele. É só um sorriso, mas o mundo fica muito mais incrível. E eu juro, nunca tinha me apaixonado por um sorriso antes. Mas é que os olhos dele brilham e tudo isso junto exerce um poder mágico de fazer o dia ficar melhor. Eu devo parecer uma boba, mas o que se há de fazer? Então me vem na memória aquele abraço maluco e demorado que eu dei nele por impulso. Me vem na memória o quarto dele, os cds dele, a voz dele, as mensagens dele. E vai me dando um aperto curioso... Uma vontade de ficar calada e falar um monte de coisas, tudo de uma vez. Uma vontade de ficar longe e ficar perto pra sempre. E eu fico pensando: não é, mas poderia ser.

0  +:

Postar um comentário