5.5.11

messing with my head

eu e meus trejeitos. você e suas peculiaridades. por fim, nós. é engraçada a forma como nossos nomes combinam, já reparou? tenho certeza que todos irão comentar isso quando eles estiverem escritos em um convite de casamento.

só que dessa vez é diferente. dessa vez não vim aqui pra falar de mim, ou de você, ou da gente. até mesmo porque isso é tudo que eu sei falar. dessa vez vim falar do passado, do presente e do futuro. de como as coisas se transformam. de como o mundo muda. e de como as pessoas mudam com ele. fico angustiada ao ver que hoje já não significo mais nada para tanta gente que ainda tem importância para mim. e fico angustiada também ao ver que significo muito para tanta gente com as quais não me importo tanto assim.

por que somos incapazes de dar valor à quem nos merece? por que damos valor à gente imbecil?

sei que erro. sei que me cego para muitas coisas boas que surgem. mas isso é apenas como algumas pessoas vêem. não é como eu me sinto realmente. se insisto, é porque ainda sinto. é porque ainda me emociona. é porque ainda há. e enquanto houver, eu estarei aqui.


confusa, não?

0  +:

Postar um comentário