10.4.11

tudo que eu fizer vai ser pra ver aos olhos dele

fico sem palavras diante de ti. reparo na roupa, na fala, nas palavras, no tom de voz, no rosto, nas mãos, nos gestos, no sorriso meio de lado, no cabelo, nas pintas. e fico assim, meio constrangida. porque é muito. é tudo e muito. e eu não sei lidar.

me pego lembrando de antes. de quando não era. de quando nunca foi. e fico tonta, meio sem ar. por que não era? por que nunca foi? e meu coração se transforma em pequenos pedaços de coisa nenhuma. porque você sabe que sou uma bagunça. você sempre soube. está aqui e esteve lá.

e, na verdade, eu só escrevo porque você me ouve. você e seu tudo. e muito.

0  +:

Postar um comentário