23.1.10

once again without feeling

eu deveria saber que tudo ia dar errado. de novo. eu deveria ter me acostumado com a merda que é gostar de alguém. nunca dá certo. não pra mim. e, vai ver, o problema seja mesmo comigo. por que não? sempre fizeram questão de exaltar meus erros, meus defeitos.

machuca. sentir que não sou tão importante assim. e eu me sinto um lixo por não conseguir me manter feliz por mais de alguns dias. queria ser uma pessoa diferente. ou queria ser aquela pessoa que foi tão importante pra você um dia. não vou conseguir fazer você gostar de mim de novo, e eu já sei disso. eu sabia desde o começo, desde aquela conversa. eu só tô tentando me enganar por mais algum tempo, e, de alguma forma, te enganar também. porque eu sei que morreu. o carinho morreu. todo aquele sentimento, aquela alegria, se foram.

e às vezes eu também sinto como se não amasse mais. porque é cansativo. se doar tanto. ser tanto, e, de repente, não ser mais nada. e é como se houvesse um escudo, querendo impedir que as coisas ruins cheguem até mim. e se tudo que já aconteceu não foi um sinal de que deveríamos nos afastar para não nos machucarmos mais, então eu não sei o que foi. não sei pra que serviram todas essas merdas pelas quais nós passamos. desde sempre.

"sabe, eu sei que errei quando eu te escondi a verdade..."

é bom aproveitar o tempo que resta, porque eu não sei mais o quanto isso vai durar. i'm nothing now, and it's been so long.

0  +:

Postar um comentário