14.10.09

todo dia à noite

tem coisas, meu amigo, que não tem explicação
curiosamente, são todas do coração

é como se não houvesse mais ninguém. como se eu precisasse de mais alguém. como se eu não existisse.
queria estar em outra órbita. outro planeta.
bem pequeno.

0  +:

Postar um comentário